6 dicas para aproveitar o AirBnB

6 dicas para aproveitar o AirBnB

Pode parecer um mistério, mas esta plataforma já mostrou que é confiável e você pode aprender com as seis dicas para aproveitar a plataforma. Aqui a gente apresenta 6 dicas para aproveitar o AirBnB. Muita gente ainda tem receio de utilizar, mesmo que para deixar suas viagens mais baratas. Tudo porque não sabe das garantias que o próprio sistema dá. Mas eu já virei expert e garanto: há comodidades como valores muitas vezes mais em conta e principalmente em locais inimagináveis. De uma maneira geral, há várias vantagens em se alugar um espaço (casa, apartamento, quarto, estúdio…) pela internet, mas é preciso estar atento aos detalhes.

  • Ler bem a descrição do espaço, observar bem as fotos e questionar os proprietários caso tenha alguma dúvida. O AirBnB é seguro, toma as devidas providências, mas você precisa ler tudo, estar bem certo sobre o que está descrito e discriminado. Às vezes você nem percebe, e quando chega ao local descobre o banheiro é compartilhado, por exemplo. Isso, aliás, é algo muito comum.

Experiências com o AirBnB

Eu já me hospedei via AirBnB em diferentes países: Israel, Estados Unidos, Colômbia, África do Sul, Canadá e mesmo no Brasil. Conheça alguns deles.

  • Identifique horários de chegada e saída e deixe tudo anotado. Confira se bate com seu horário para fazer o check-in. Recentemente fui para Toronto, cheguei de madrugada, e como a entrada no local estava prevista apenas para 15h, precisei pernoitar em um hotel mais simples próximo ao aeroporto. Essas combinações às vezes são necessárias para garantir uma viagem sem contratempos.
  • Fique atento a possíveis taxas extras e não se esqueça que pode haver cobrança caso você danifique algo no local que reservou. Geralmente os valores de limpeza são descritos durante a compra. Fica sempre muito claro este detalhamento do que está sendo cobrado. E, claro, que a responsabilidade é sua sobre a integridade do local. Não se esqueça que você também é avaliado pela plataforma e não quer ser banido ou taxado como mal hóspede, né?

AirBnB na África do Sul

Na viagem para a África do Sul optamos por ficar em um apartamento. Eu já tenho várias experiências com este aplicativo e confesso que adoro. Nunca tive problema e recomendo este meio de hospedagem. Veja como era o nosso apartamento em Cape Town.

  • Veja bem as avaliações de outros viajantes e opte por aqueles locais melhor estrelados. Nas dicas geralmente há informações relevantes. Aliás, os depoimentos são sempre muito válidos, só tome cuidado com o exagero dos elogios ou críticas, há gente chata em todo o lugar. Os filtros da plataforma ajudam você a validar melhor sua escolha.
  • AirBnB não é hotel, nem pousada (até pode ser, mas geralmente é só um espaço que estava livre e que o proprietário colocou para alugar por períodos curtos). Por isso, não se esqueça que dificilmente terá café da manhã ou outras refeições. Você terá de preparar ou procurar um local para comer. Coloque isso nos custos e também na logística do seu dia a dia na viagem.

E se a gente não lê direito toda a descrição?

Pode ter problemas! ALERTA: A trapalhada foi totalmente MINHA, não do AirBNB, ok? E no final, eu adorei a hospedagem, as pessoas, e uma semana em Nova York (pós-período de trabalho em que fiquei em outra hospedagem). Para entender o que eu estou dizendo, dê play no vídeo. 😉

  • O AirBnB também pode ser um meio para você ter experiências diferenciadas, como alugar uma das 1.900 casas em árvores ao redor do mundo que estão cadastradas no serviço. Ou ainda um dos mais de 9 mil barcos/hospedagens descritos. Outro filtro que a plataforma liberou recentemente é a possibilidade de se hospedar em locais luxuosos, como mansões milionárias em todo o planeta. Chamado de AirBnB Luxe, o sistema considera que a própria acomodação já é uma viagem. São casas, prédios ou instalações projetadas com comodidades luxuosas.

Hospedagem em qualquer lugar do mundo 

Muita gente tem curiosidade sobre algumas das hospedagens que fico. Em San Andres optamos pelo AirBnB. E eu mostro o apezinho bacana pra você neste vídeo.

Ah, e vale reforçar que não é uma verdade absoluta. Eu prefiro AirBnB nas minhas viagens sozinho. Quando estou com outra pessoa, opto por hotéis ou pousadas. Se formos viajar em três, a primeira opção também são os hotéis, em quarto triplo. Somente em caso de não haver vagas neste tipo de acomodação é que optamos pelo AirBnB.

Plataforma possui mais do que apenas acomodações

Como o desejo do viajante é pela experiência, o AirBnB também possui possiblidade de viajar com uma programação bem específica. A vantagem é poder ver o que os nativos de cada região oferecem e com isso criar algum tipo de relação. É mais fácil para aprender o idioma local ou mesmo para poder interagir com quem está no dia a dia da cidade. Perca um tempinho olhando os detalhes e as sugestões. Você vai se encantar também com tudo o que é oferecido. E, então, valeram estas 6 dicas para aproveitar o AirBnB?

Nenhum comentário

Desculpe, os comentário estão temporariamente desativados.

Top