Atenção a pequenos detalhes nos sistemas de água e esgoto contribuem para evitar proliferação de doenças

Atenção a pequenos detalhes nos sistemas de água e esgoto contribuem para evitar proliferação de doenças

A associação do calor excessivo com a temporada de chuvas fez crescer o número de casos de dengue no país. Em Blumenau, por exemplo, o número de focos com larvas do Aedes aegypti aumentou em quase 700% no início de 2020, saltando dos 11 pontos identificados no ano passado para 87. Além de medidas para evitar o acúmulo de água parada, alguns cuidados básicos de higiene e limpeza também são necessários para combater a proliferação da dengue e de outras doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. O responsável pela BRK Ambiental em Blumenau, Cleber Renato, comenta que é essencial redobrar a atenção a alguns detalhes nas residências para combater o mosquito, incluindo cuidados com a rede de esgoto. Confira:

  1. Utilização de ralos. Se os da sua casa não possuem sistema para vedação, instale telas. O Aedes aegypti gosta de lugares escuros e úmidos para se proliferar, por isso, os ralos são lugares ideais. Também deposite, com frequência, uma colher de água sanitária diluída em um litro de água limpa, o que contribuiu para evitar a proliferação do mosquito em ralos que não são muito utilizados. Lembre-se, ainda, de acionar a descarga de vasos sanitários pouco utilizados.
  2. Descarte o lixo corretamente. A rede de esgoto não é lugar de lixo. Ao depositar resíduos incorretamente nas pias da cozinha, banheiro e lavanderia, vasos sanitários e chuveiros, você colabora para o entupimento da rede e, consequentemente, acúmulo de água parada. Programe-se também para fazer o descarte do lixo nos cestos em horários próximos à coleta de lixo, isso também evita o acúmulo de água, em caso de dias chuvosos.
  3. Verifique a separação da rede pluvial e da rede de esgoto. Com as chuvas de verão, é comum que telhas e calhas fiquem carregadas de folhas e outras sujeiras vindas da natureza. Certifique-se de que a água da chuva de seu imóvel está sendo direcionada à rede de drenagem pluvial e separada da rede de esgoto. Isso também evita obstruções e, por consequência, acúmulo de água parada.

No site www.busqueporprevencao.com.br, uma campanha da BRK Ambiental, você encontra mais informações sobre como prevenir a doença.

Informações para a imprensa – Oficina das Palavras:
Sabini Roncaglio – jornalismo2@grupoodp.com.br – +55 (47) 3322-0545 / 9 9994-1484

BRK Ambiental

ETE Fortaleza – Rua Adolfo Radunz, 380
ETE Garcia – Rua Lions Clube, 139
SAC: 0800 771 0001 | sac-blumenau@brkambiental.com.br

Nenhum comentário

Comente!

Top