fbpx

Blumenau se destaca no Ranking Nacional do Saneamento Básico

Compartilhar em whatsapp
Compartilhar em facebook
Compartilhar em twitter
Compartilhar em linkedin
Compartilhar em email
Blumenau se destaca no Ranking Nacional do Saneamento Básico

Ampliação do serviço traz benefícios sociais, econômicos e ambientais. Com isso, Blumenau se destaca no Ranking Nacional do Saneamento Básico

Um levantamento do Instituto Trata Brasil, em parceria com a Ex Ante Consultoria Econômica, visa mostrar os benefícios sociais e econômicos da expansão do saneamento básico para Santa Catarina. O estado, de acordo com dados do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS) de 2019, ainda conta com 5,4 milhões de pessoas sem acesso à coleta de esgoto, o que coloca em cheque o cumprimento do Marco Legal do Saneamento Básico (Lei 14026/2020). A previsão é de que todas as cidades tenham 99% da população com acesso à água potável e 90% com à coleta e tratamento de esgoto até 2033.

Essa corrida para a universalização do saneamento básico se dá por vários fatores, além dos ganhos ambientais. No cenário da saúde, por exemplo, um sistema eficiente de esgotamento sanitário contribuiria para a economia de R$ 8,8 bilhões, com a redução de doenças, internações e demais gastos. A pesquisa aponta, ainda, os ganhos no turismo, no setor imobiliário, no mercado de trabalho e na geração de empregos. A expectativa é que, entre 2021 e 2055, por exemplo, sejam criados 30 mil postos de trabalho para a expansão ou operação de redes. Além disso, a cada R$ 1 investido em saneamento, o estado terá R$ 3,70 de aumento de riqueza, que pode, a longo prazo, chegar a R$ 5,70.

Blumenau se destaca no Ranking Nacional do Saneamento Básico

Diante desse cenário, Blumenau se destaca como um exemplo positivo de investimento no setor e avanços na prestação dos serviços de saneamento em Santa Catarina. Nos últimos 11 anos, após a concessão dos serviços de coleta e tratamento de esgoto para a BRK Ambiental, a cidade está com mais de 400 quilômetros de redes em operação em 21 dos 35 bairros. Cerca de 19 milhões de litros de esgoto são tratados diariamente e os resultados são atestados por meio de dados acompanhados no programa de análise de córregos e rios do município, que aponta a melhoria de mais de 87% relacionada à qualidade das águas em ribeirões que já possuem, total ou parcialmente, o sistema público de esgotamento sanitário.

No Ranking Nacional do Saneamento Básico, divulgado também pelo Instituto Trata Brasil, em março de 2021, Blumenau foi destaque entre as 100 cidades com melhores índices em saneamento do Brasil, na 67ª posição, sendo a melhor colocação de uma cidade catarinense de grande porte.

Para seguir em direção ao objetivo do Marco Legal do Saneamento Básico, a concessionária avança os trabalhos de forma gradativa na área urbana da cidade e realiza melhorias contínuas do sistema já em operação, com manutenções e atendimento ao cliente. “Já alcançamos a marca de 46% do serviço disponibilizado à comunidade blumenauense. É um salto, quando comparado ao indicador inicial, que ficava em 4,5% em 2010. Porém, continuamos trabalhando e investindo, pois nosso objetivo é disponibilizar a prestação do serviço para toda Blumenau”, conta Francisco Wessner, Gerente de Operação da BRK Ambiental em Blumenau.

Contato com a BRK Ambiental

Em caso de dúvidas, a BRK Ambiental possui canais gratuitos de atendimento, o 0800 771 0001 (24 horas) e o WhatsApp (11) 9 9988-0001, com funcionamento de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Também é possível contatar a concessionária pelo e-mail sac-blumenau@brkambiental.com.br.

Blumenau se destaca no Ranking Nacional do Saneamento Básico

Conteúdo enviado por Oficina das Palavras – Inteligência em Comunicação e Conteúdo (ODP Comunicação LTDA Me, CNPJ 16.757.842/0001-22). Se deseja não receber mais mensagens como esta, clique aqui e informe “retirar da lista de contatos”.

Deixe seu comentário

Cadastre seu e-mail para receber notícias

A Oficina das Palavras utiliza cookies. Eles são usados para aprimorar a sua experiência. Consulte nossa página de política de privacidade para saber mais.