fbpx

Como se preparar para a Black Friday brasileira

BRUSQUE (SC) - Sua empresa bem que poderia, mas está fora da Black Friday, e agora?

Raffcom Full Service orienta empresas e consumidores sobre formas de lucrar com o saldão online
BRUSQUE (SC) – Sua empresa bem que poderia, mas está fora da Black Friday, e agora? Júnior Beltrão, publicitário e sócio da Raffcom Full Service, com experiência desde a primeira edição do evento no Brasil, orienta empresas de todo o país em ações específicas para esse saldão online. Na virada de 27 de novembro, em 24 horas, diversas marcas do país estarão colocando no e-commerce promoções mais do que atrativas. A intenção vai além da liquidação de estoque. A Black Friday é uma grande oportunidade para atrair novo público e chamar a atenção para mercadorias que até então passavam despercebidas pelos adeptos do varejo online. E se as empresas quiserem fazer parte do levantamento que declarou um faturamento de R$ 1,16 bilhão (segundo o E-bit) em 2014, é preciso planejamento. Veja os conselhos do especialista para essa data:
Quero participar da Black Friday. Qual o primeiro passo?
O processo inicial para empresas que querem participar da Black Friday é identificar se realmente os produtos que elas têm em estoque são realmente competitivos, se comparado com outros players que oferecem os mesmos produtos. Em seguida deve ser feita uma análise interna da empresa e calcular a viabilidade da participação na Black Friday, levando em consideração custos operacionais e estudar a fundo, para mensurar se trabalhar com uma margem de lucro mais “enxuta” no dia será positivo para a saúde financeira da empresa, ou não. Gerar fluxo comercial para a operação não quer dizer trabalhar com uma boa lucratividade.
Como é o trabalho da equipe por trás do Black Friday?
Aqui na Raffcom montamos um esquema de trabalho contínuo durante as 24 horas da Black Friday. Acompanhamos as vendas minuto a minuto nos telões em nossa sede. Nesse tipo de negócio, se uma ação não der resultado em minutos, já temos que pensar em nova estratégia.
Tem horário para anunciar?
Não existe um melhor horário para anunciar. Existem estratégias que antecedem a data onde a comunicação adotada tem o objetivo de informar os consumidores que a marca “x” irá participar da Black Friday com descontos que podem chegar a “x”% e preparar o seu target. Para os clientes da Raffcom, acabamos separando em três etapas: Pré-Black Friday, Black Friday (no dia) e o Pós-Black Friday. Este último, geralmente é caracterizado em casos que os preços são estendidos por mais um ou dois dias. Porém, nenhuma das etapas tem um melhor horário para anunciar, é um longo estudo e um entendimento singular de cada empresa, onde deve ser levado em consideração: mensagem, audiência e canal de comunicação.
Quais cases de sucesso você destaca? O que essas empresas fizeram para chegar ao êxito?
Como trabalhamos com planejamentos bem definidos e estruturados, onde acaba uma edição da Black Friday e a gente já começa a pensar na próxima, isso nos permite atuar com cautela e medir erros e acertos e também nos dá bagagem e aprendizado para criar estratégias ainda melhores nas próximas edições. Acredito que o nosso principal case se tratando da Black Friday é de um e-commerce de produtos colecionáveis, que na edição de 2014 teve um aumento de quase 100% em relação a 2013 (99,7% exatamente). Apenas no dia do evento, foi vendido o equivalente a 24 dias de faturamento diário da empresa, com um ROI (return on investment) totalmente satisfatório, na visão do cliente.
E para os consumidores, como ser o mais rápido? Qual o melhor horário para ficar online?
Itens com valores muito abaixo do que os praticados (leia-se abatimentos irrecusáveis de mais de 70%) têm estoque limitado e com isso, consumidores não podem demorar nem um minuto, caso contrário a compra já era. Os mais rápidos é que ganham na Black Friday. O ideal é selecionar o produto que gostaria de comprar e já ficar na página a partir de um horário próximo às 0h do dia do evento. As marcas acabam sempre subestimando o evento e não se preparam em questão de infraestrutura de servidores, o que acaba ocasionando queda, lentidão ou travamento nos sites e bastante irritação por parte dos usuários. A maneira citada acima é uma forma de se prevenir dessas eventualidades.
Como não se perder diante de tantas ofertas?
Uma maneira do consumidor não se perder diante de diversas ofertas é identificar produtos que realmente tenha interesse em comprar e de certa forma monitorá-los com o auxílio de algumas ferramentas, como: Baixou Agora, Já Cotei, entre outras. A cada ano o varejo nacional se torna mais experiente nesta data, por mais que o nosso formato seja bem diferente do que acontece nos Estados Unidos. Nós, brasileiros, temos uma essência muito peculiar e além das edições passadas darem experiência para os varejistas, também é feito um processo de catequização aos consumidores. Nos outros anos, esta data era atrelada a fraudes, a empresas que subiam os preços antes da data e no dia baixavam para o preço normal, entre outras situações desconfortáveis na visão dos consumidores.
Informações para imprensa – Oficina das palavras:
Letícia Oberger – [email protected] – (47) 3322-0545 / (47) 9994-1534
Raffcom Full Service
Rua Felipe Schmidt, 172, Edifício CRF Prime, sala 04, Centro
Brusque (SC)
www.raffcom.com.br

Deixe seu comentário

Cadastre seu e-mail para receber notícias

A Oficina das Palavras utiliza cookies. Eles são usados para aprimorar a sua experiência. Consulte nossa página de política de privacidade para saber mais.