fbpx

Hospital Marieta reforça estudo sobre queda no número de mortes por câncer de mama com a realização anual da mamografia

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Hospital Marieta reforça estudo sobre queda no número de mortes por câncer de mama com a realização anual da mamografia

Com a previsão de 66 mil novos casos de câncer de mama no país em 2021, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), um novo estudo internacional vem para dar um alento durante a conscientização do Outubro Rosa. E o Hospital Marieta reforça estudo sobre queda no número de mortes por câncer de mama com a realização anual da mamografia. Pesquisa realizada nos Estados Unidos confirma que a realização da mamografia anualmente, após os 40 anos, reduz em até 40% o número de mortes pela doença.

O médico mastologista do Hospital Marieta, Jorge Rebello, reitera que a grande prevenção atual é por meio da conscientização e a realização frequente do exame de mamografia para redução de até 40% da mortalidade pelo câncer de mama. “Este é um dado muito significativo e, por isso, todas as mulheres, independentemente de terem prótese ou não, tendo histórico ou não, devem realizar este exame todos os anos”, justifica.

A antecipação do diagnóstico é para que se perceba a doença antes da existência dos sintomas, porque quando eles existem, o câncer já está em uma fase avançada. O ideal é que o médico faça o exame clínico e perceba a doença em estágio inicial, já que assim o tratamento é menos mutilante, menos severo, com uma perspectiva de cura muito grande.  “Caso a mulher perceba a presença de nódulos, a saída de líquido dos seios que pode ser um pouco sanguinolento ou claro como uma água cristalina, eventualmente com pele endurecida e avermelhada ou alteração da forma das mamas, ela deve procurar um médico urgentemente”.

A grande maioria dos casos de câncer de mama são ocasionais, embora de 5% a 10% sejam de origem hereditária. E talvez este seja o grande futuro da mastologia. “Nós conseguimos identificar hoje os chamados grupos de risco. Estas pacientes poderão, então, fazer exames genéticos para identificarmos mutações de genes e consequentemente verificar sua predisposição para a doença para tratamentos precoces”.

Hospital Marieta reforça estudo sobre queda no número de mortes por câncer de mama com a realização anual da mamografia

Hospital Marieta reforça estudo sobre queda no número de mortes por câncer de mama com a realização anual da mamografia

Ações internas trazem informações aos colaboradores

Enquanto o futuro não chega, a informação é outra grande aliada. O Hospital Marieta, além da conscientização e atendimentos externos, também aproveita o mês de outubro para ações internas. Este ano, os colaboradores enfeitaram os departamentos e a instituição promoveu o “Dia do Rosa”, que foi realizado nesta terça-feira (19/10). Neste dia, todos foram convidados a vir de rosa, participar de palestras e posarem para fotos que serão compartilhadas nas redes sociais.

“Nós entendemos a importância deste período de conscientização e precisamos estar atentos aos nossos. De maneira conjunta podemos melhorar a informação, amenizar medos e antecipar os tratamentos buscando mais precocemente a cura”, destaca a diretora geral do Hospital Marieta, Irmã Mercia Lemes.

Hospital Marieta reforça estudo sobre queda no número de mortes por câncer de mama com a realização anual da mamografia

Hospital Marieta reforça estudo sobre queda no número de mortes por câncer de mama com a realização anual da mamografia

Deixe seu comentário

Cadastre seu e-mail para receber notícias

A Oficina das Palavras utiliza cookies. Eles são usados para aprimorar a sua experiência. Consulte nossa página de política de privacidade para saber mais.