Entidades do Troco Solidário da Cooper entram em campanha pela cura da menina Antonella

Entidades do Troco Solidário da Cooper entram em campanha pela cura da menina Antonella

Cooperar significa atuar juntamente com outros para o mesmo fim. E é isso que a Cooper e as entidades beneficiadas pelo Troco Solidário em Blumenau, farão a partir do dia 1º de novembro. A Associação de Amigos, Pais e Portadores de Mielomeningocele (AAPPM), Abada, Apae, Casa da Esperança, Casa São Felipe Neri e Enloucrescer aceitaram entrar em uma corrente do bem em prol da Antonella sugerida pela cooperativa. Sendo assim, os valores que serão arrecadados em novembro e dezembro nas lojas da cidade serão destinados à menina diagnosticada com AME no início deste ano e que busca recursos para comprar o remédio que pode curá-la.

“Desde que a família iniciou essa busca, nós nos solidarizamos e também fomos sensíveis aos apelos dos nossos cooperados. Justamente por sermos uma cooperativa, é fundamental ouvir a todos, assim tivemos a ideia de engajar as entidades participantes do Troco Solidário nesta campanha, queremos trazer mais gente para essa corrente do bem, pois temos certeza que com um pouco de cada um conseguiremos contribuir com o objetivo da família e conseguir a cura ou melhorar a qualidade de vida da menina Anttonella”, explica a gerente de marketing da Cooper, Regina Eberle.

Com isso, estas entidades, que estavam cadastradas para receber as doações até março de 2020, terão seus prazos estendidos por mais dois meses, indo até o fim de maio. Atualmente, o Troco Solidário é um recurso fundamental para muitas associações, que contam com ele para fazer a manutenção de suas estruturas e também assegurar atendimento às pessoas. Anualmente, a Cooper cadastra novos beneficiários em todas as suas 15 filiais, colaborando com diferentes causas sociais.

Informações para a imprensa – Oficina das Palavras:
Sabini Roncaglio – jornalismo2@grupoodp.com.br – +55 (47) 3322-0545 / 9 9994-1534

Cooper

Tags:
Nenhum comentário

Comente!

Top