Morro mais frio do Brasil terá mirante no topo

Morro mais frio do Brasil terá mirante no topo

Localizado na Serra Catarinense, o morro mais frio do Brasil terá mirante no topo e a obra deve estar pronta para a próxima temporada de inverno. Conhecido como Morro da Igreja, o local recebe milhares de turistas todos os anos, interessados em conhecer o frio típico do Sul do país e fazer belas fotos da paisagem, como a Pedra Furada.

Ao portal CLMais, o capitão Rodrigo Assunção Barbosa da Silva, comandante do destacamento da obra do Morro da Igreja, que é realizada pelo 1º Batalhão Ferroviário com recursos da Força Aérea Brasileira (FAB), explica que até o começo de 2020 o novo atrativo deve ser inaugurado. Além da obra propriamente dita, também estão sendo refeitos o asfalto, contenções, terraplanagem, drenagem, pavimentação de placas de concreto e área de escritório para o Instituto Chico Mendes de Biodiversidade. É a entidade que mantém a fiscalização e liberação para a visitação no Morro da Igreja, na cidade de Urubici.

O morro mais frio do Brasil terá mirante no topo por conta dos investimentos de R$ 33 milhões.  Os valores vêm da Força Aérea Brasileira que mantém um satélite naquela região. Agora com os trabalhos de recuperação e construção, o acesso está fechado para visitação. Apenas aos domingos é possível chegar ao topo do Morro da Igreja.  É necessário solicitar a autorização pela internet. Apenas 200 vagas são liberadas por domingo.

O Morro da Igreja

O Morro da Igreja é o ponto mais alto do Planalto Meridional: tem 1.822 metros de altitude.É nele que estão localizados radares da Força Aérea Brasileira que controlam o espaço aéreo no Sul do Brasil. Considerado um dos locais mais frios do Brasil, recebe milhares de turistas, principalmente quando há o aviso de formação de neve, já que é este o local mais propício de todo o Brasil para que o fenômeno ocorra.

Em frente ao Morro da Igreja fica a Pedra Furada, uma escultura natural com cerca de 30 metros de circunferência. Apesar de distante, em dias sem nuvens pode-se avistar o mar, que fica cerca de 100 km daquela região.

Parque Nacional de São Joaquim

O Morro da Igreja e a Pedra Furada ficam no Parque Nacional de São Joaquim. O acesso para a parte alta se faz pelos municípios de Urubici e Bom Jardim da Serra, embora o parque também possua áreas nos municípios de Orleans, Grão Pará e Lauro Muller, estes localizados na parte baixa da Serra do Mar. A criação foi em julho de 1961 e está ligada à necessidade de proteção dos remanescentes de Matas de Araucárias, encontradas em abundância dentro de seus 49.800 hectares. O Parque está inserido no bioma Mata Atlântica.

Além de conservar ecossistemas existentes na Unidade de Conservação, ela foi criada com o objetivo de promover a educação ambiental, a pesquisa e a visitação pública. Outro aspecto importante da Unidade é a sua formação geológica, composta por rochas vulcânicas, denominadas Basalto, que formam conjuntamente com as formações de Arenito um local propício a recarga e descarga do Aquífero Guarani, estudos datam estas formações com aproximadamente 133 milhões de anos.

Quem curte trilhas e natureza, encontra no Parque Nacional de São Joaquim boas alternativas.

– Trilha da Pedra Furada

Esse caminho dá acesso direto à famosa pedra. O trajeto de ida e volta tem cerca de 8 km e dura cerca de 6 horas de caminhada. Só é possível fazer a visita com guia credenciado e a capacidade da trilha é de apenas 30 visitantes por dia.

-Trilha da nascente do Rio Pelotas

São 9 km de trajeto, para conhecer de perto a nascente do Rio Pelotas. É necessário fazer reserva, informando a data que deseja ir, quantidade e nome de todas as pessoas, bem como documentos de identidade. Antes de acessar a trilha, o visitante deve ainda comparecer à sede do Parque em Urubici para preenchimento e assinatura do “Termo de conhecimento de riscos”.

-Trilhas e cascatas nos Campos de Santa Bárbara

A sede Santa Bárbara está situada na estrada geral da Santa Bárbara a 3km da localidade Vacas Gordas na SC-110. É uma estrada de terra municipal que corta o parque levando até Bom Jardim da Serra passando por campos de altitude, florestas de araucária e pela beira do Rio Pelotas.

Como chegar

Acesso Rodoviário

Para Urubici, há dois acessos rodoviários:

O principal acesso é pela capital (Florianópolis/SC) seguindo pela BR-282, sentido Lages. Na localidade de Santa Clara, município de Bom Retiro, vira-se à esquerda pela rodovia SC-110 (Serra do Panelão) e após 24 km chega-se ao município de Urubici.

Saindo da capital (Florianópolis/SC) pela BR-101, sentido Tubarão, vira-se à direita sentido Orleans e de lá pela SC-438, conhecida como Estrada da Serra do Rio do Rastro, repleta de mirantes. Passando a serra o visitante chega a Bom Jardim da Serra, seguindo mais 80 km pela mesma estrada e chegar a Urubici.

Para acessar o Morro da Igreja:

É preciso seguir pela Estrada Geral do Morro da Igreja, asfaltada, de propriedade da Força Aérea Brasileira. A Aeronáutica  proíbe  o trânsito de vans com capacidade de mais de 18 passageiros, ônibus, micro-ônibus, caminhões e máquinas, devido a questões de possibilidade de queda da estrada em certos trechos. Está permitido o trânsito de pedestres, ciclistas e veículos leves, como motocicletas e automóveis. Em dias de grande ocorrência de chuva e/ou neve, a Aeronáutica pode vir a interditar a Estrada Geral do Morro da Igreja para todos os veículos.

Via Aérea

O aeroporto mais próximo, com voos regulares, é o da cidade de Lages (SC), distante cerca de 100 km de Urubici. Há diversas opções de voos com chegada em Florianópolis, a cerca de 165 km da cidade sede do Morro da Igreja.

Nenhum comentário

Comente!

Top