Como o descarte de óleo prejudica o meio ambiente e a rede de esgoto

Compartilhar em whatsapp
Compartilhar em facebook
Compartilhar em twitter
Compartilhar em linkedin
Compartilhar em email
BRK Ambiental esclarece como o descarte de óleo prejudica o meio ambiente e a rede de esgoto

BRK Ambiental esclarece como o descarte de óleo prejudica o meio ambiente e a rede de esgoto

O descarte do óleo de cozinha usado na pia, tanque ou vaso sanitário pode parecer um simples ato inofensivo, quando, na verdade, é um vilão para o meio ambiente e a rede coletora de esgoto. Ao passar pelo ralo, um litro de gordura é capaz de poluir cerca de 1 milhão de litros de água, contaminando córregos, rios ou qualquer solo que tiver contato. Além disso, é comum o líquido se solidificar e entupir tubulações.

Apenas no primeiro semestre deste ano, a BRK Ambiental, concessionária responsável pelos serviços de implantação, coleta e tratamento de esgoto em Blumenau, realizou desobstruções de 85 redes entupidas com óleo de cozinha. Em 2020, o número atingiu a marca de 238 atendimentos. “É ainda mais grave quando o óleo solidificado entra em contato com outros descartes incorretos. É formada uma crosta que pode ser comparada com concreto, que só conseguimos retirar com intervenções profundas”, explica Cleber Renato, diretor de contrato da BRK Ambiental em Blumenau, Caçador e Uruguaiana.

Como o descarte de óleo prejudica o meio ambiente e a rede de esgoto

Os prejuízos sociais causados pelo entupimento também envolvem mau cheiro na residência ou na rua e transtornos para o sistema de saneamento. Deste modo, é necessário gerar consciência coletiva e seguir as orientações de cuidados e descarte.

“Dentro dos imóveis, é primordial fazer uso das caixas de gordura e mantê-las sempre limpas. Se possível, a caixa de inspeção deve ser acessível, para identificar com mais facilidade problemas no esgotamento. Os clientes devem manter separadas as redes de esgoto das tubulações de água pluvial e realizar diariamente o descarte correto do lixo e óleo de cozinha usado”, finaliza Cleber.

Como o descarte de óleo prejudica o meio ambiente e a rede de esgoto

Atualmente, Blumenau possui mais de 400 quilômetros de redes em operação em 21 dos 35 bairros da cidade. Diariamente, mais de 19 milhões de litros de esgoto recebem tratamento, melhorando a saúde, bem-estar e qualidade de vida das pessoas, bem como contribuindo para a recuperação dos córregos e ribeirões do município e do Rio Itajaí-açu. A concessionária segue investindo de forma gradativa para levar a prestação dos serviços de esgoto para toda a cidade.

Contato com a BRK Ambiental

Em caso de dúvidas, a BRK Ambiental possui canais gratuitos de atendimento, o 0800 771 0001 (24 horas) e o WhatsApp (11) 9 9988-0001, com funcionamento de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Também é possível contatar a concessionária pelo e-mail sac-blumenau@brkambiental.com.br.

BRK Ambiental esclarece como o descarte de óleo prejudica o meio ambiente e a rede de esgoto

Conteúdo enviado por Oficina das Palavras – Inteligência em Comunicação e Conteúdo (ODP Comunicação LTDA Me, CNPJ 16.757.842/0001-22). Se deseja não receber mais mensagens como esta, clique aqui e informe “retirar da lista de contatos”.

Deixe seu comentário

Cadastre seu e-mail para receber notícias

A Oficina das Palavras utiliza cookies. Eles são usados para aprimorar a sua experiência. Consulte nossa página de política de privacidade para saber mais.