Nova Zelândia vai exigir Visto Eletrônico

Nova Zelândia vai exigir Visto Eletrônico

Vai para Nova Zelândia? Fique atento às mudanças que entram em vigor a partir de 1° de outubro. O governo neozelandês irá exigir a Autorização Eletrônica de Viagem (o Eletronic Travel Authorization, eTA) para os brasileiros – e mais 59 países – que desejarem passar até 90 dias ou apenas transitar pelo país.

Para realizar a emissão do visto é preciso acessar o site da Imigração da Nova Zelândia. Serão solicitadas informações e documentos, como dados pessoais, passaporte e os antecedentes criminais. A tarifa para emissão é de 9 dólares neozelandeses (R$23,40), para quem baixar o aplicativo e realizar pelo app sai por 12,50 (R$32,50). Sem a autorização, as companhias aéreas podem barrar o embarque do passageiro. Após a solicitação on-line, o eTA pode demorar até 72 para ser enviado. De acordo com a embaixada, essa nova exigência, visa acelerar os procedimentos para o turista e evitar a imigração irregular.

 

Além dessa nova exigência, o Brasil e mais 59 países terão que pagar a taxa extra de35 dólares neozelandeses (R$91) referente à  preservação ambiental (International Visitor Conservation and Tourism Levy). A taxa turística e o eTA têm validade de 2 anos.

A Nova Zelândia é composta pela Ilha Sul e Ilha Norte, e cada uma delas possui sua própria particularidade. A Ilha Sul (South Island) é famosa por abrigar lagos, montanhas e geleiras. Composta por grandiosos cenários de paisagens naturais, as atrações incluem atividades como trilhas, praias, parques, esportes como canoagem e bungee jump. Já a Ilha Norte (North Island) é mais populosa.  Sede cinematográfica da saga O senhor dos Senhor dos Anéis, também é onde está localizada a importante cidade de Auckland, charmosa pelos bares e cafés a beira mar.

 

Nenhum comentário

Comente!

Top